Auroville - cidade do alvorecer em Tamil Nadu, Índia

A Auroville-City of Dawn, escondida no Estado de Tamil Nadu, na Índia, é uma comunidade internacional experimental. O município foi fundado pela unidade humana, espiritualismo, vida sustentável, harmonia e paz. Enquanto alguns vêem o município experimental como uma utopia transformada em realidade, outros acham que é semelhante a um culto. O município atraiu uma grande população estrangeira e é um importante destino turístico na Índia.

5. Descrição e História -

Auroville (Cidade da Aurora) é uma cidade experimental e universal situada no estado de Tamil Nadu, perto de Pondicherry, na Índia. O município foi projetado para receber até 50.000 habitantes de todo o mundo. Atualmente, o assentamento é o lar de quase 2.500 pessoas, a maioria indígenas, franceses, alemães e italianos. O município visa a unidade humana, onde pessoas de diferentes lugares vivem em paz e harmonia e desprovidas de nacionalidade, religião, casta ou política.

O município começou com uma visão de Mirra Alfassa, também conhecida como mãe. A mãe era uma aliada de Sri Aurobindo, com quem colaborou na busca da espiritualidade e da consciência superior. Ela imaginou uma cidade fundada na unidade humana, independentemente de cor, sexo, nacionalidade, religião ou raça. O município foi projetado por Roger Anger, um arquiteto francês e começou em 1968 com a aprovação do governo da Índia e da UNESCO. A UNESCO facilitou a proteção do município desde sua inauguração.

4. Reconhecimento Global

Auroville é reconhecido como o único experimento internacionalmente aprovado e contínuo em unidade humana, diversidade e transformação da consciência. Na inauguração do município, 124 nações foram representadas por delegados. O município também é conhecido por seus esforços em sustentabilidade ambiental por meio de práticas ecológicas. Auroville é reconhecido como um modelo para o futuro da humanidade.

3. Maneiras Únicas de Vida -

Os moradores de Auroville vivem uma vida básica e contribuem coletivamente para o sustento do município. Nenhum indivíduo individual possui qualquer coisa no município, que tem trabalhado para uma economia sem dinheiro. Política e religião não são praticadas, pelo contrário, os habitantes se envolvem em meditação e espiritualismo. Os moradores vivem como parte da comunidade e praticam a vida orgânica.

2. Economia e Governança -

Os habitantes de Auroville se envolvem em uma variedade de atividades econômicas, como agricultura, informação e tecnologia, educação e comércio. Os projetos econômicos do município fornecem emprego para os habitantes das aldeias vizinhas. A Fundação Auroville possui a maior parte dos ativos do município.

O município é governado por três corpos. O Conselho Diretor, que é a autoridade máxima e o Conselho Consultivo Internacional, tem seus membros escolhidos pelo governo. O terceiro corpo, a Assembléia dos Residentes, é formado por todos os residentes oficiais da comunidade.

1. Ameaças e críticas

Auroville ainda não percebeu sua visão da unidade humana, pois existem tensões entre os índios e um grande número de estrangeiros. A gestão da comunidade tem sido uma fonte de conflito entre a Sociedade Sri Aurobindo e o governo. A visão para a comunidade ser desprovida de política e ganância foi posteriormente comprometida.

O município tem sido criticado por ser uma forma de escapismo auto-indulgente, onde as pessoas arrancam suas vidas existentes para se mudarem para a comunidade.

Recomendado

Grupos étnicos do Quirguizistão
2019
O que é a cultura de Singapura?
2019
Quais são os efeitos do envenenamento por mercúrio?
2019