O que significam as cores e os símbolos da bandeira do Quirguistão?

A bandeira do Quirguistão tem um campo vermelho com um sol amarelado no centro que tem quarenta raios solares uniformemente espaçados. O sol tem três ripas entrecruzadas atravessando uma esfera que é uma representação de sua tenda tradicional que é conhecida como uma tenda. Esta é a representação da primeira coisa que alguém vê quando acorda em um yurt. O país adotou sua bandeira em 1992 apenas sete meses depois que eles conquistaram sua independência para substituir a bandeira da República Socialista Soviética. A cor vermelha foi inspirada na faixa que Manas levantou. Manas foi seu herói tradicional que ajudou a unir todas as suas tribos em um estado.

História da Bandeira

Sob a União Soviética, o Quirguistão era a República da União conhecida como Kirghizia. A Kirghizia foi fundada em 5 de dezembro de 1936 e adotaram a bandeira em 1953. A bandeira de Kirghizia era a bandeira da União Soviética com duas faixas azuis e uma faixa branca no centro que eles usaram até 1991. O país declarou sua independência em agosto 31, 1991, quatro meses antes do colapso da União Soviética. Depois de ganhar sua independência, eles continuaram usando uma versão diferente da bandeira de Kirghizia que não tinha o martelo de ouro, arco e estrela por sete meses antes de adotar sua nova bandeira em 3 de março de 1992.

Simbolismo

Os símbolos e cores da bandeira do Quirguistão carregam significados regionais, políticos e culturais para os locais. A cor vermelha simboliza coragem e bravura. Vermelho era a cor do estandarte usado por Manas, a lenda do famoso épico do Quirguistão. É a cor nacional do Quirguistão há muito tempo. O sol é um símbolo de riqueza, paz, uma eternidade de existência e luz. Os quarenta raios do sol representam todas as quarenta tribos que Manas uniu para combater os mongóis. Os quarenta raios também representam o número de seguidores de Manas.

O meio do sol tem uma ilustração estilizada do Tunduk (teto) na Yurt (tenda tradicional do Quirguistão) quando visto de dentro. Mesmo que os yurts sejam menos usados ​​hoje, a adição da tenda em sua bandeira significa a unidade do espaço e do tempo e a origem da vida. Ele representa a casa e o lar do local e isso inclui seu território.

Propostas para a substituição da bandeira do Quirguizistão

O governo do Quirguistão criou uma comissão que ajudou a examinar inúmeras propostas de mudança de bandeiras há alguns anos. O chefe desta comissão observou como sua bandeira era um objeto de desunião e conflito entre os habitantes locais e o fato de que o governo do Quirguistão não queria que seu símbolo nacional fosse uma causa de divisão.

O povo do Quirguistão discordou sobre o significado dos símbolos e da cor de suas bandeiras. Por exemplo, o país é etnicamente diverso, e alguns dos grupos minoritários incluem os Dungans e os Uzbeks. Manas derrotou esses grupos, e a ideia de que o emblema nacional do país esteja associado a Manas não combina bem com eles. Outra fonte de crítica é o campo vermelho. Alguns indivíduos acreditam que isso os lembra de sua história violenta, enquanto outros vêem a cor como uma lembrança remanescente do comunismo.

Recomendado

Grupos étnicos do Quirguizistão
2019
O que é a cultura de Singapura?
2019
Quais são os efeitos do envenenamento por mercúrio?
2019