Quais são as maiores indústrias no Senegal?

O Senegal está localizado no ponto mais ocidental do continente africano e é servido por várias rotas marítimas e aéreas; Por esse motivo, a nação é chamada de "Portal da África". Pastagens tropicais, à beira-mar e pastagens semiáridas convergem no país para formar um ambiente que é rico em vida animal e vegetal. O país cresceu em até 30% desde que o ano usado como base para o cálculo da economia do país foi alterado de 1999 a 2014. Esse crescimento representou um crescimento do PIB de US $ 15, 3 bilhões para US $ 19, 6 bilhões. O crescimento econômico anual do país foi de 6% em 2015, 6, 2% em 2016, e atingiu alta de 7, 2% em 2017. O setor agrícola tem registrado as maiores taxas de crescimento devido a programas robustos de apoio e crescente demanda externa. O governo tem obtido grande sucesso na diversificação da economia para incluir turismo, fosfatos e pesca.

Agricultura

A agricultura é dominada por culturas alimentares, incluindo cereais e culturas industriais, como amendoim e algodão. A economia do país tem tradicionalmente girado em torno da produção de amendoim. O governo aumentou os esforços para diversificar a outras culturas de rendimento, como a cana-de-açúcar e o algodão, e outros setores não agrícolas. A agricultura é praticada por mais de 66% da população do país.

Indústria e Fabricação

Indústria e manufatura respondem por 21, 5% do PIB do país. A produção no Senegal é mais desenvolvida em comparação com a maioria dos países da África Ocidental. As indústrias de artesanato e processamento de alimentos estão bem estabelecidas. O Senegal é um grande exportador de óleo de amendoim na África Ocidental. A pressão do governo pela privatização levou as cooperativas a vender seus produtos para os produtores de petróleo locais. O país possui um número significativo de usinas metalúrgicas, montadoras de bicicletas e caminhões e indústrias químicas que foram estabelecidas para reduzir a dependência da importação de bens que poderiam ser produzidos localmente. O país também tem uma fábrica de cimento e uma fábrica de sapatos em Rufisque e também fábricas de conservas de peixe. A capital, Dakar, abriga várias indústrias, que incluem moinhos de farinha, refinarias de açúcar, fábricas têxteis, uma cervejaria, uma fábrica de tabaco, montagem de veículos, estaleiros navais e fábricas de produtos químicos. Outras indústrias que se concentram em torno de Dakar incluem jóias tradicionais, esculturas em madeira, tecidos pintados e pinturas em vidro.

Alimentos e Bebidas

O setor de alimentos e bebidas é o de melhor desempenho no setor industrial. Os principais produtos da indústria incluem açúcar, leite, cerveja e refrigerantes. Outros incluem farinha, água mineral engarrafada, produtos de peixe e vegetais enlatados. Existem alguns fabricantes de biscoitos, bem como moinhos de trigo e milho. A nação também tem plantas de pasteurização para o leite senegalês. A indústria de processamento de leite, no entanto, não possui unidades UHT.

Industria têxtil

A indústria têxtil no Senegal é verticalmente integrada. Existem empresas que lidam com todos os aspectos do processo de produção desde a colheita do algodão até a fabricação de têxteis para o lar e roupas. A indústria é alavancada na produção local de algodão.

Indústria de Construção e Materiais

A indústria da construção experimentou um crescimento de até 11, 7% no ano de 2007 devido ao aumento de obras públicas em preparação da Conferência Islâmica que foi realizada em Dakar. Crescimento adicional foi experimentado no ano de 2010 devido à construção da auto-estrada entre Diamniadio, Dakar e o aeroporto internacional de Blaise Diagne. A indústria tem mostrado um crescimento contínuo à medida que a economia global continua a crescer.

A indústria química

A indústria química do país é fundamental para a economia e é notavelmente diversificada. O refino de petróleo no país teve uma capacidade de 1, 4 milhão de toneladas por ano. Outras indústrias importantes incluem plásticos, produtos farmacêuticos, ácido sulfúrico, cosméticos, perfumes, fertilizantes, pesticidas e plantas de ácido fosfórico. A maioria dos produtos fabricados é consumida localmente, enquanto uma pequena porção é exportada principalmente para o Mali e outros países.

Energia

A indústria de energia ainda é subdesenvolvida, e a nação ocasionalmente sofre interrupções frequentes de energia e cortes de energia. A principal fonte de energia para a maioria das famílias continua a ser carvão cuja dependência levou à destruição excessiva das florestas da nação. A eletrificação rural é de 20%. O governo está aumentando os esforços para impulsionar a eletrificação no país, com ênfase nas áreas rurais.

Mineração

O setor mineral responde por 1, 9% do PIB do país. O Senegal é o maior produtor mundial de atapulgite. Outros minerais encontrados no país incluem ouro, cascalhos, chumbo, calcário, cal, sal, rocha fosfática, petróleo e prata. Os investidores privados realizam a maioria das operações minerais no país. A indústria de mineração está focada principalmente na exploração dos grandes depósitos de fosfato do país. Nos últimos anos, o governo se comprometeu a reestruturar a indústria de mineração de fosfato, consolidando a mineração com a produção de fertilizantes e ácido fosfórico sob o mesmo corpo. A integração vertical financiada pelo capital alemão, americano e francês visava aumentar a produção. O setor de mineração tem um tremendo potencial de crescimento, mas o governo terá que procurar investimentos estrangeiros para explorar depósitos minerais no país. Também será necessário capital adicional para construir a infraestrutura necessária para incentivar o investimento estrangeiro.

Indústria de hidrocarbonetos

O governo investiu consideravelmente na exploração de novos poços de petróleo sem muito sucesso até o momento. Os esforços de exploração foram concentrados em torno de Dakar e Casamance (um local marítimo) onde foram encontrados petróleo pesado e vestígios de óleo leve. A maior parte do território do país ainda é relativamente inexplorada. O governo espera que novas descobertas de petróleo reduzam a dependência de importação do petróleo e aumentem as exportações

Perspectivas e Desafios

De acordo com o FMI, o Senegal está em um ponto de virada econômica. O governo tem metas ambiciosas e alcançáveis. No entanto, existem alguns desafios que precisam ser superados para que o país realize todo o seu potencial. A nação precisa melhorar seu ambiente de investimento para atrair investimentos estrangeiros. O governo instituiu esforços louváveis ​​destinados a melhorar o ambiente de investimento, mas ainda está atrás de alguns pares africanos. O país, por exemplo, atraiu apenas 2% do seu PIB em investimento estrangeiro nos últimos anos, enquanto outros pares africanos de renda média-baixa atraíram até 7% de seu PIB em investimento estrangeiro no mesmo período.

Recomendado

As piores erupções vulcânicas da história
2019
Quais países fazem fronteira com o Gana?
2019
Quem são os houthis do Iêmen?
2019