Que tipo de governo tem a Moldávia?

Governo da Moldávia

O governo da Moldávia opera sob uma democracia representativa com um sistema parlamentar, o que significa que o público em geral elege funcionários para representar seus interesses comuns. Este país tornou-se independente da União Soviética em 1991 e estabeleceu a sua constituição em 1994. Desde então, tentou estabelecer um governo estável com alguma dificuldade, o que é comum em muitos países pós-soviéticos. A Constituição da Moldávia estabeleceu três ramos do governo: executivo, legislativo e judicial.

Poder Executivo do Governo

O poder executivo é formado pelo presidente, primeiro ministro e gabinete de ministros. O presidente da Moldávia atua como chefe de Estado e garante a unidade dentro do país. Entre 1994 e 2000, o presidente foi eleito pelo público em geral. Desde 2000, no entanto, o presidente foi selecionado pelos membros do parlamento através de uma eleição indireta. Em março de 2016, o Tribunal Constitucional determinou que essa mudança no processo eleitoral era inconstitucional e mais uma vez estabeleceu uma eleição direta de duas rodadas. A presidência é realizada por um período de 4 anos com um limite de 2 anos. O primeiro-ministro da Moldávia atua como chefe de governo e é nomeado pelo presidente para servir por 4 anos. O primeiro-ministro é responsável por reunir o gabinete de ministros e trabalhar de perto com cada ministro para garantir que as funções executivas sejam realizadas de acordo com os regulamentos e a legislação aprovada pelo poder legislativo do governo. O gabinete de ministros é composto por 16 ministérios. Os ministérios incluem: Cultura, Finanças, Justiça, Juventude e Esportes, Meio Ambiente e Economia.

Poder Legislativo do Governo

O ramo legislativo é composto pelo Parlamento da República da Moldávia, um órgão governamental unicameral. É composto por 101 membros, responsáveis ​​pela aprovação da nomeação do primeiro ministro e do gabinete de ministros. Esses indivíduos são eleitos pela população geral com base na representação proporcional. O poder executivo pode propor legislação ao parlamento, mas cabe a essa assembléia aprovar essas propostas como projetos de lei. O Parlamento é dirigido pelo orador, também conhecido como Presidente do Parlamento. Atualmente, o Partido Democrata detém a maioria com 41 assentos. Isto é seguido por: Partido dos Socialistas (24), Não-inescritos (13), Partido Liberal (11), Partido dos Comunistas (7), e o Partido Liberal Democrata (5).

Poder Judiciário do Governo

O poder judiciário é constituído por uma hierarquia de tribunais, incluindo (em ordem): tribunais de primeira instância, tribunal de apelação, suprema corte e o tribunal constitucional. Os tribunais de primeira instância estão divididos entre tribunais distritais e cinco tribunais regionais. A suprema corte atua como o tribunal de apelação final para questões criminais e civis. O tribunal constitucional atua independentemente de todos os ramos do governo, e seus 6 juízes trabalham para assegurar que a constituição seja mantida pela revisão da legislação, acordos internacionais e ordens presidenciais. Além disso, este tribunal é responsável por garantir que o governo e os cidadãos ajam responsavelmente uns com os outros. Estes juízes são nomeados da seguinte forma: 2 pelo Conselho Supremo da Magistratura, 2 pelo presidente e 2 pelo parlamento.

Recomendado

Espécies Únicas da África: Oribi
2019
Onde estão os países da Panônia da Europa?
2019
Movimentos de arte ao longo da história: Pintura de campo de cor
2019